(clique nos cantos da figura e arraste para ver algumas páginas)

Compra segura na Amazon e com PagSeguro
Editora ICBC
Texto e fotografia: André Monteiro
22x22 cm, capa semi-dura, 104 páginas, 39 imagens, mapa das rotas boiadeiras.

Extratos de texto escrito por Wolney Unes, escritor, pesquisador e professor da UFG:
"Esse estudo de André Monteiro tem o mérito de debruçar-se sobre uma importante época do sertão, cujos dias estao contados (...) Admirador da paisagem do Cerrado, fotógrafo da natureza, André elegeu numa personagem - o tocador de boiadas - o símbolo de toda uma região (...) Ao registrar depoimentos dos ultimos comissários boiadeiros, mostra-nos uma realidade que permite ver com novos olhos a cultura toda própria que se desenvolveu neste ambiente, comida de tropeiro, moda de viola, adobe e beirais, metáforas e rastros de um português seiscentista."